As formigas presentes em nosso território são mais de 266 exemplares, no mundo todo são mais de 11.000 os exemplares conhecidos

As formigas mais Comuns no nosso território:

  • Monomorium pharaonis (Formiga Faraó)
  • Myrmica Rubra (Formiga vermelha)
  • Messor capitatus (Formiga do celeiro)

NASCIMENTO DA COLÓNIA DA FORMIGA DO CELEIRO:

No fim do verão aparecem na superfície do formigueiro numerosas formigas aladas, machos e fêmeas que repentinamente começam a voar todas juntas, formando como uma nuvem de formigas, e assim afastam-se do formigueiro, o que acontece normalmente depois de uma tempestade de modo que possam desfrutar a frente de alta pressão.

Durante o vôo as fêmeas se acasalam com muitos machos e continuam voando por alguns quilómetros (levadas pelo vento podem chegar até distâncias de muitos quilómetros) pousando-se na terra procuram um buraco no terreno, por si mesmas extraem as próprias asas as quais trazem grande sustento proteico, depõem os ovos e por toda a vida nunca mais sairão, que tem uma duração entre cinco e vinte anos. No momento que as primeiras operárias sairem do ninho procurarão a comida para a rainha.

NASCIMENTO DA COLÓNIA DA FORMIGA FARAÓ:

A Formiga Faraó é a única que não atua no chamado “Vôo nupcial” porque este exemplar não possui asas, de fato prefere acasalar-se no interno do mesmo formigueiro e somente depois disso a nova rainha se mudará seguida por algumas operárias.

A Formiga vermelha e a sua “mordida”: A Myrmica Rubra consegue picar com o seu ferrão também o homem de modo danoso mas, por sorte não perigoso, na Itália não existem espécies perigosas para o homem, com exceção de situações alérgicas às picadas de insetos.

O APARELHO DIGESTIVO E O SUSTENTAMENTO DA COLÓNIA:

O “estómago” das operárias é praticamente dividido em dois, um para si mesmas e um para a comunidade, deste modo as formigas “abastecem” diretamente a rainha e a colónia, esta forma de alimentação é chamada de trofalaxia.

A casta das formigas: Se sabe que as formigas tem uma ordem hierárquica muito definida, divide-se em: rainha fêmea fértil fecundada, operárias fêmeas estéreis e soldados machos e fêmeas estéreis, as aladas são as formigas sexuadas da colónia, seja fêmeas que machos (as quais uma vez que atua-se a fecundação morrem), o sexo das formigas aladas é estabelecido simplesmente, no caso sejam fecundadas são fêmeas em caso contrário são machos.

DESINFESTAÇÃO DAS COLÓNIAS DAS FORMIGAS QUÍMICA:

Se tratamos de um lugar não usado como moradia tipo um porão em desuso, garagem ou espaço restrito, podemos usar um produto a base de solvente como o clorpirifos ou ddvp, o dificíl é chegar até o ninho aonde está a rainha, obviamente estes produtos devem ser usados com o máximo respeito do ambiente, portanto não em dispersão, por pessoal extremamente qualificado, sendo presente um responsável químico e com máximo respeito às leis de segurança do trabalho.

DESINFESTAÇÃO DAS COLÓNIAS DAS FORMIGAS COM PRODUTO DE BAIXO IMPACTO AMBIENTAL:

Se tratamos de um lugar habitado ou de qualquer modo frequentado durante médios ou longos períodos aconselhamos um produto líquido com baixo indicador de toxicidade mas que permanece por mais tempo, portanto neste caso aconselha-se o uso de produtos a base de piretro, venenos derivados das flores de piretro africano como o K-Othrine Flow ou o AquaPy ambos produzidos pela Bayer, isso não quer dizer que os produtos são ecológicos mas que eles tem um baixo impacto ambiental e portanto são bons para ser utilizados no âmbito civil, a parte mais difícil é chegar a posição do ninho aonde mora a rainha, de fato estes produtos devem ser usados com o máximo respeito para o ambiente e portanto não em dispersão, por pessoal extremamente qualificado e entre eles um responsável químico, com  máximo respeito às leis de segurança do trabalho.

DESINFESTAÇÃO ECOLÓGICA DAS COLÓNIAS DAS FORMIGAS:

O produto em questão é o KOANT Professional gel, que resolve o problema em modo absolutamente ecológico, seguro e higiênico. O produto é inofensivo para os homens e outros animais e além disso elimina o problema dos insetos em particular das formigas operárias quando estão a procura de comida. O produto age bloqueando o flusso intestinal da Formiga em um tempo que varia entre 2 e 12 horas após a ingestão. Uma ação atrasada que evita a acumulação de insetos mortos na zona tratada e portanto o aumento das doenças e das bactérias dos quais são portadores.

Este sistema inovador em gel garante um ótimo nível de segurança apto portanto ao uso no setor alimentar e hospital-sanitário, além que para os habitats de uso frequente e de longas permanências.

DESINFESTAÇÃO FORMIGAS E EQUIPAMENTOS:

Os equipamentos a serem usados devem seguir a normativa CE. Segundo o tipo de intervenção, das exigências do cliente, da conformação do território, da superfície a serem tratadas, podem-se utilizar: bombas manuais carregadas nas costas, UBV Ultra Baixo Volume, atomizadores nos ombros, bomba caracol com lança e nebulizador, atomizadores de vários tamanhos e potência.

DESINFESTAÇÕES FORMIGAS E PRODUTOS:

No combate às formigas no ambiente interno e externo ornamental devem ser usados produtos P.M.C. (presidium médico cirúrgico) ou seja aprovados pela superintendência do ministério da saúde e regularmente registrados e portanto fornecidos de ficha técnica e de segurança. Recomendamos o uso do produto ecológico KOANT.

Para as zonas verdes externas podem também ser usados produtos fitossanitários acompanhados também por fichas de seguranças e Fichas técnicas.

DESINFESTAÇÕES FORMIGAS E EQUIPE:

O pessoal deve ser extremamente especializado e a firma deve nomear um responsável químico na Câmera de Comércio. Além das normais inscrições na previdência social, na aposentadoria e seguro social previstas por lei.

Contate-nos para haver um Orçamento e uma visita GRATUÍTA